CHACRA FRONTAL

Enviado por A. Cavalcanti Nenhum Comentário 09/07/2009

CHACRA FRONTAL

- O chacra Frontal localiza-se entre os supercílios, junto ao plexo frontal. Apresenta-se com 96 raios; nele predomina a cor rósea amarela oriunda do chacra esplênico, matizada com um pouco de azul violácea, fornecida pelo chacra laríngeo.

- Comanda os cinco sentidos. Visão, audição, paladar, olfato e tato.

- Quando esse chacra é bem desenvolvido, confere ao seu portador o dom a faculdade da clarividência astral, assinalando também os poderes mediúnicos da psicometria.

- Quando é abundante de prâna, e permanece em boa atividade com os outros chacras, ele confere ao homem encarnado ou desencarnado a faculdade de aumentar ou diminuir o seu poder visual, podendo penetrar e observar a vida microbiana impossível á visão comum.

- Na clarividência á distância (quer no espaço ou no tempo), forma-se geralmente um tubo fluídico (uma espécie de luneta) que parte do chacra frontal, ligando o médium á cena que deve ser vista.

- Os quadros astrais são os quadros fluídicos, criados pela mente do próprio médium, seja pela de outro encarnado ou de algum desencarnado.

- Outra variedade de vidência é a chamada “vidência mental”. Nesta, nada se vê em imagens física figurada.  As imagens sem figura se apresentam ao cérebro, tal como se fossem “imaginadas” num sonho acordado.

- Dentre esses tipos de vidência, o mais seguro é do plano astral, porque é mais físico, portanto, pode ser mais facilmente controlado.

- No entanto, nenhum desses tipos de vidência constitui, propriamente falando, uma mediunidade, no sentido exato do termo. Na mediunidade o aparelho humano serve de intermediário entre um espírito e outro, e nesse caso, isso não ocorre, é a própria criatura que vê. Nada recebe de ninguém; ela mesma tem a capacidade de ver por si mesma. Então, em vez de mediunidade, nós chamaríamos a isso característica ou capacidade.

- Além da vidência o chacra frontal é responsável pela audiência, quando a voz do espírito desencarnado é ouvida dentro do ouvido do encarnado, como se o ar não viesse de fora, pelo ar atmosférico, mas escoando dentro da caixa craniana.

- Outro tipo de clariaudiência, em que se ouvem vozes e sons, que vibram á distância (quer no espaço, quer no tempo). Aqui também é comum observar-se a formação fluídica de um tubo acústico, talvez para ampliar as vibrações sonoras para serem ouvidas.

- Outra função do chacra frontal é permitir a emissão de raios (irradiação), que podem ser dirigidos a alguém com o propósito de acalmar, aliviar, equilibrar etc. Esse poder é proporcional ao desenvolvimento daquele que os emitem. -[1] -[2]


[1]Elucidações do Além – Ramatís – Cap. Os Chacras – Pág. 186 e 187.

[2]Técnica da Mediunidade – Osvaldo Pastorino – Cap. Plano Astral / Os Chacras – Pág. 161 e 163.

Leave a Reply